segunda-feira, 9 de março de 2009

Fábrica de Cerâmica Viúva Lamego

A Viúva Lamego é uma referência na Cerâmica Artística Portuguesa pela qualidade da pintura à mão executada em azulejos de revestimento ou painéis decorativos e também pelos motivos apresentados, originários dos séculos XVII e XVIII, as épocas de maior riqueza e desenvolvimento da Azulejaria Tradicional Portuguesa.
O edifício da Fábrica de Cerâmica Viúva Lamego fica situado no largo do Intendente com a Avenida Almirante Reis, freguesia dos Anjos, em Lisboa. A fachada de azulejos constitui quase que um catálogo da loja.
A fábrica foi fundada por António da Costa Lamego em 1849. Após a morte do seu fundador passou a designar-se comercialmente por "Viúva Lamego". Nos anos trinta, do século XX, e assistindo-se ao renovado interesse pelo azulejo, foi iniciada uma colaboração estreita com os Artistas Plásticos, que passaram a utilizar cada vez mais este material para expressão das suas criações.
Esta fábrica pertence ao grupo das poucas representativas da arte popular que, da louça vermelha passou à faiança, e desta à Indústria Artística. Muitas das suas obras, sobretudo, de reconstituição encontram-se hoje em Palácios públicos e particulares.
Hoje em dia, a produção da Empresa caracteriza-se por uma vasta gama de faiança e azulejos sempre com pintura manual e por trabalhos especiais, quer por encomenda quer a partir de criações de Artistas Plásticos.
Diversos painéis, da autoria de pintores de renome, foram feitos na Viúva Lamego, nomeadamente a obra de Vieira da Silva "Paris 1940", que se encontra na Estação do Metro da Cidade Universitária.
Pesquisa realizada por:
Afonso, Alessandra, Carla, Daniela, Filipa e Hugo - 6º6

3 comentários:

Filipa disse...

Olá, professora!
Gostei muito de fazer a pesquisa sobre a Fábrica Viúva Lamego, fiquei a saber mais sobre essa fábrica que eu nem sequer sabia que existia.

Filipa 6º6

catarina 6º6 disse...

Olá professora!
Realmente li com atenção o texto e fiquei a saber informação sobre as fabricas de ceramica e também nao conhecia nenhuma delas.
Deve mandar mais vezes os alunos fazerem estas pesquisas e prometo que para a proxima faco a pesquisa!
Gostei muito desta pesquisa sobre as fabricas de ceramica.

Filipe disse...

Uma grande pesquisa, tem uns alunos muito aplicados.
Tenho pena que os meus não sejam assim.

Parabéns pelas "belas paisagens da Colina".